Exordio
La Segunda Guerra Mundial (1939-1945)

Amapola (Xavier Cugat)

Amapola, Xavier Cugat

Amapola

De amor en los hierros de tu reja
De amor escucho la triste queja
De amor lejos de mi corazón
Diciéndome así con su dulce canción:

Amapola lindísima Amapola,
Será siempre mi alma tuya sola
Yo te quiero amada niña mía
Igual que amo la flor, la luz del día.

Amapola lindísima Amapola
No seas tan ingrata y ámame
Amapola, Amapola
como puedes tu vivir tan sola.

Al ver en los hierros de tu reja
De amor el albacín de tu queja
Amor que mi amante corazón
El rojo olvidar una dulce ilusión.

 

Brasil, Xavier Cugat

Brasil

Brasil!
Meu Brasil Brasileiro
Meu mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos
Brasil, samba que dá
Bamboleio, que faz gingar
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor...

Abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Canta de novo o trovador
A merencória à luz da lua
Toda canção do seu amor
Quero ver essa dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado...

Esse coqueiro que dá coco
Oi! Onde amarro minha rede
Nas noites claras de luar
Por essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
Onde a lua vem brincar
Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro...

Brasil!
Terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiferente
Brasil, samba que dá
Para o mundo se admirar
O Brasil, do meu amor
Terra de Nosso Senhor...

Abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Canta de novo o trovador
A merencória à luz da lua
Toda canção do seu amor
Huuum!
Essa dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado...

Esse coqueiro que dá coco
Onde amarro minha rede
Nas noites claras de luar
Por essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
Onde a lua vem brincar
Huuum!
Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro...

Brasil!
Meu Brasil Brasileiro
Mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos
Brasil, samba que dá
Bamboleio, que faz gingar
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor...

Abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Canta de novo o trovador
A merencória à luz da lua
Toda canção do seu amor
Quero ver essa dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado...

Esse coqueiro que dá coco
Onde amarro minha rede
Nas noites claras de luar
Por essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
Onde a lua vem brincar
Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro...

Oi! Essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
Onde a lua vem brincar
Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro
Brasil!


CD

Xavier Cugat abd His Orchestra - Golden Classics, Tico Tico, Babalu, Mabo #5 y otras.


Ver detalles en Amazon US/International

Xavier Cugat and His Waldorf Orchestra - South America Take It Away: 24 Latin Hits


Ver detalles en Amazon US/International


Publicado: 24 diciembre/2000 Actualizado: 27 julio/2014

Te puede interesar: